O tempo que vai passando, leva-nos para outra idade.

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Ás razões das leis chama-se excepções. Ás excepções chama-se regras. As regras resumem-se a projectos. Os projectos são certificados. As certificações são duvidosas e no meio de tudo isto ninguém se entende. É a lei do tabaco, melhor, a que proíbe o tabaco, isto é, a salvaguarda dos que não fumam, o ostracismo dos que fumam…tabaco porque se for barbas de milho não há problema nenhum.

A grande preocupação é libertar o povo dos fumos…do tabaco. Outros fumos é à vontade...por enquanto. A pouco e pouco lá iremos…até à lareira da avó da outra que foi metendo cada cavaca… estava tudo negrinho, devia ser do CO2.

Aliás tem-se notado ultimamente que o café, o tabaco e o brandy, esta combinação perfeita e tão portuguesa como as tripas, está a causar algumas transmutações. Desta vez não para o país vizinho mas em fundilhos de carecidos bolsos que, de tão fundos nunca se enchem.

Não há problema que o povo não sente, não vê, é demente. Preocupados com a saúde, este esvoaçar de milhões é coisa que nada lhes diz. Ora bolas, Sr.Presidente!!! Porque é que fala para o País? Bolas!

 

tags:
publicado por outraidade às 21:15
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Últ. comentários
A Nicotina Magazine e a Nicotina Editores estão a ...
Apenas é um espaço onde se pode encontrar almas gé...
Como leitor assíduo do teu Blog e vice-versa e de...
Obrigada. Para sim também.
Sim, concordo consigo, dá que pensar.
Talvez procuremos apenas atenção, a que não temos ...
Temos que ir mudando para não deixarmos que o mofo...
Gosto do novo look. Poético, suave e primaveril, c...
Muito sentido, ainda hoje que já passaram alguns ...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro