O tempo que vai passando, leva-nos para outra idade.

Sexta-feira, 31 de Março de 2006

Nascemos e muitas vezes antes de se saber se é menino ou menina, já os pais ansiosos organizaram uma lista de nomes. As influências são variadas, desde o nome dos avós, ao de um amigo íntimo, aos mais divulgados das revistas sociais. Talvez depois de tranquilamente olharmos para aquele novo ser, conseguissemos associar-lhe algum nome bem diferente do que muitas vezes lhe escolhemos. E aquele nome fica para o resto da vida.

"O meu nome é..." ou chamo-me..." são as primeiras palavras que dirigimos a alguém que conhecemos como se fosse uma marca registada.

Maria, que tinha os olhos da cor do mar, teve uma doença do foro oncológico e morreu. Um dia, quando vier a propósito, falarei disso com mais pormenor.

Nas minhas divagações, procurei as origens desse nome e concluíam os estudiosos que algumas palavras hebraicas lhe estariam subjacentes -  "Mry" que significa "amada" , "Mar + Yam" que significa "estrela do mar" ou "Marom" que quer dizer "senhora". Eu gostei de qualquer uma das versões e decidi que, para mim, MARIA iria significar "ESTRELA DO MAR, SENHORA AMADA".

Maria sabia que a sua doença era fatal. Passou por momentos de revolta, de luta, de esperança, de conformação e, por fim, de uma tranquilidade que transparecia dos seus olhos verdes.

Não era ao acaso o seu nome, apesar de provavelmente lhe ter sido dado por acaso. Maria continua a ter esse nome, mesmo para além da morte.

   

 

 

 

 

publicado por outraidade às 12:43
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2006
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


Últ. comentários
A Nicotina Magazine e a Nicotina Editores estão a ...
Apenas é um espaço onde se pode encontrar almas gé...
Como leitor assíduo do teu Blog e vice-versa e de...
Obrigada. Para sim também.
Sim, concordo consigo, dá que pensar.
Talvez procuremos apenas atenção, a que não temos ...
Temos que ir mudando para não deixarmos que o mofo...
Gosto do novo look. Poético, suave e primaveril, c...
Muito sentido, ainda hoje que já passaram alguns ...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro