O tempo que vai passando, leva-nos para outra idade.

Domingo, 18 de Setembro de 2011

Ao fim de algum tempo de ausência, voltei.

Nos últimos meses tenho sentido uma enorme vontade de desfraldar a minha maturidade que é como quem diz a experiência.

Vamos ouvindo e vendo tudo o que se vai desenrolando por aí e matéria não falta.

A abertura do novo ano lectivo veio avivar-me a memória para uma questão que já há algum tempo me desperta - essa coisa do ensino inclusivo. Pressupõe-se, portanto, que perante uma diferença de uma criança ou jovem, a escola dispõe das condições necessárias para a acolher minimizando todas as barreiras que constituem a sua diferença específica, proporcionando-lhe autonomia, dignidade, igualdade.

Seria assim idealmente falando, mas não é.

A grande maioria dos estabelecimentos de ensino acentua as diferenças. E porquê?

Pela sua morfologia, por inadequação de programas, por falta de formação do corpo docente e dos demais funcionários.

Não é possível fazer sentir alguém igual só porque queremos incluí-lo no nosso grupo social. Temos de proporcionar-lhe as ferramentas necessárias para que as suas diferenças não estejam, permanentemente, a ser realçadas ou a serem apontadas como obstáculos que impedem o normal funcionamento do grupo.

Actualmente as escolas vêem-se obrigadas a receber alunos com necessidades educativas que, muitas vezes, não são reconhecidas pela família e, muito menos, pelo Estado.

A sua integração fica dependente da boa vontade dos estabelecimentos, da maior ou menor dedicação de um professor que foi praparado para o ensino regular e, certamente, da misericórdia de Deus.

Nesta realidade, vamos metendo a cabeça na areia e, hipocritamente, não queremos reconhecer a diferença como uma das últimas razões para não proporcionarmos as melhores práticas educativas a quem, por ser diferente, não pode ser delas privado.

 

E neste ensino inclusivo, tornamo-lo cada vez mais exclusivo.

 

 

publicado por outraidade às 15:07
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

21
22
23
24

25
27
28
29
30


Últ. comentários
A Nicotina Magazine e a Nicotina Editores estão a ...
Apenas é um espaço onde se pode encontrar almas gé...
Como leitor assíduo do teu Blog e vice-versa e de...
Obrigada. Para sim também.
Sim, concordo consigo, dá que pensar.
Talvez procuremos apenas atenção, a que não temos ...
Temos que ir mudando para não deixarmos que o mofo...
Gosto do novo look. Poético, suave e primaveril, c...
Muito sentido, ainda hoje que já passaram alguns ...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro